domingo, 22 de março de 2009

O Tombo




O chão estava lá.
Os passos firmes.
A certeza da chegada.




De repente o chão foi embora.
O vácuo silencioso
envolveu o corpo.
A mente não pode acompanhar.


O chão foi sentido novamente.
Agora sob a extensão de todo o corpo.
A dor chega junto com a consciência
da queda.




Há mãos que auxiliam.
Vozes que exclamam!
O cérebro desanuvia-se.

A boca murmura
num meio sorriso constrangido:
-Obrigada!

Nenhum comentário: